Topics quentes fechar

Apresentador Sikêra Júnior vai responder na Justiça Criminal em 4 ações por ofensas contra Xuxa

Depois de atacar a apresentadora Xuxa em rede nacional, o âncora de programas policiais Sikêra Júnior agora é alvo de quatro ações na Justiça Crim...

Xuxa Meneghel Xuxa Meneghel | Foto: Blad Meneghel/ Reprodução/ Instagran

Depois de atacar a apresentadora Xuxa em rede nacional, o âncora de programas policiais Sikêra Júnior agora é alvo de quatro ações na Justiça Criminal de São Paulo apresentadas pela defesa da artista, incluindo pedido cautelar para que ele seja proibido de citá-la diretamente ou indiretamente de forma jocosa na TV.

Conhecido pela verborragia, Sikêra vem desde outubro atacando Xuxa e o cantor e ator Junno. Ele chegou a dizer que a apresentadora usa seu nome para levar crianças para a "putaria" e a "suruba".

Xuxa já entrou com ação por danos morais, o que foi motivo de novo ataque do apresentador na semana passada, quando ele disse que “nunca precisou de usar o corpo para nada”.

A reação da apresentadora foi então partir para a Justiça Criminal, com quatro ações penais pelos crimes de difamação e injúria, em razão de cada um dos vídeos contra ela e o ator, além dos pedidos cautelares.

"Com efeito, facilmente se percebe que tais ofensas não contém nenhum cunho informativo, mas sim a nítida intenção de difamar a honra da querelante [Xuxa]", diz a ação movida pelos os advogados Ticiano Figueiredo e Pedro Ivo Velloso, que representam Xuxa e Junno. 

A defesa destaca que "repudia de forma veemente os ataques que esse apresentador proferiu e profere, não apenas contra o casal, mas sim contra todas as mulheres, minorias e comunidade lgbtqia+, disseminando ódio e raiva nos telespectadores". Os advogados afirmam que "confiam que a Justiça Criminal de São Paulo fará cessar esses ataques covardes e cruéis, a partir do julgamento das queixas-crime ajuizadas".

Além da audiência na TV aberta, os programas em que Sikêra atacou a Xuxa e a Junno, exibidos em 23 de outubro e 16 de novembro deste ano, foram publicados no Youtube e nas redes sociais.

Shotes semelhantes