Topics quentes fechar

Vitória desperdiça chances, empata com o Brasil-RS e amplia jejum sem vencer

Não foi dessa vez que o técnico Eduardo Barroca conheceu seu primeiro triunfo no Brasileirão Série B. Com muitas chances desperdiçadas, o Vitória...
Léo Ceará e Júnior Viçosa tiveram duas oportunidades clara de gol ao longo da partida | Foto: Uendel Galter | Ag. A TARDE - Foto: Uendel Galter | Ag. A TARDE
Léo Ceará e Júnior Viçosa tiveram duas oportunidades clara de gol ao longo da partida | Foto: Uendel Galter | Ag. A TARDE

Não foi dessa vez que o técnico Eduardo Barroca conheceu seu primeiro triunfo no Brasileirão Série B. Com muitas chances desperdiçadas, o Vitória empatou sem gols com o Brasil de Pelotas, na noite desta sexta-feira, 30, no estádio Barradão, em Salvador. O confronto foi válido pela 19ª rodada da competição, a última do primeiro turno.

>>Veja tabela de classificação e jogos da Série B

Com o resultado, o Leão amplia seu jejum para oito jogos sem vencer na temporada. O ponto conquistado faz o Vitória dormir na 14ª colocação e, até o momento, apenas dois pontos distanciam o Rubro-Negro da tão temida zona de rebaixamento. Mesmo assim, a equipe ainda não possui chances matemáticas de terminar a rodada no Z-4.

Agora, os comandados de Barroca só voltarão a campo somente no próximo dia 8 de novembro (domingo). O duelo de abertura do returno será diante do Sampaio Correa, no estádio Castelão, em São Luís, no Maranhão.

Primeiro tempo 

Com as duas equipes precisando desesperadamente do resultado, o embate começou bastante movimentado no Barradão. As primeiras cartas foram dadas pelo Xavante que, logo no primeiro minuto, após cruzamento de Felipe Albuquerque, Danilo Gomes apareceu bem para limpar a jogada e finalizar, mas a bola bateu em cima de Maurício Ramos, saindo pela linha de fundo.  

A resposta do Leão veio aos 6, após Léo Ceará receber bom lançamento de cara para o gol e ser parado com falta pelo goleiro Rafael Martins. O atacante ficou pedindo o cartão vermelho, mas o árbitro mostrou apenas o amarelo. Na cobrança, Carleto bateu cruzado e Vico quase apareceu para concluir de carrinho. 

O Vitória seguia com mais volume de jogo e marcando presença no setor ofensivo. Aos 12, Léo Ceará roubou a bola no campo de ataque e partiu em velocidade. Ele chegou a passar pelo goleiro, ficou sem ângulo e tentou cruzamento, mas a zaga do Brasil de Pelotas afastou. Carleto cobrou o escanteio e Léo Ceará antecipou para cabecear, mandando por cima do gol.  

Léo Ceará se mostrava bastante dedicado no campo de ataque rubro-negro. O centroavante se movimentava bastante e ainda pressionava a saída de bola do Brasil de Pelotas. Aos 14, o 'camisa 9' brigou no último terço de campo, passou pelo zagueiro e mandou cruzado para boa defesa novamente do arqueiro do Xavante.

Cinco minutos depois, Vico passou por dois jogadores e mandou a esquerda da meta do time gaúcho. Aos 23, Van cruza para Rafael Carioca que bate firme no meio, para a defesa de Rafael Martins. Os gaúchos até tiveram outra chance aos 26, em tabelinha na direita de Bruno José e Matheus Oliveira, que cruzou na área e Danilo Gomes apareceu novamente para cabecear por cima do gol de Ronaldo. 

Dois minutos depois, o volante do Leão, Lucas Cândido, precisou ser substituído e deu lugar ao estreante Matheus Frizzo. O Rubro-Negro seguia tendo mais volume, mas demorava na construção e terminava esbarrando no ferrolho defensivo dos gaúchos. 

A última chance de perigo da primeiro etapa apareceu aos 35. Após subida para o ataque, o Vitória conquistou novo escanteio. Na cobrança de Carleto, o lateral-esquerdo Alex Ruan tentou afastar e quase mandou contra o próprio patrimônio. Assim, os comandados de Eduardo Barroca foram para o vestiário sabendo que precisavam corrigir esse último detalhe para tentar buscar o gol no Barradão.

Segundo tempo

No entanto, o comandante Barroca apostou na conversa e não promoveu nenhuma mudança no intervalo. As primeiras chances do segundo tempo seguiam sendo do Vitória, aos 2 minutos, em cobrança de falta batida por Carleto que passou zunindo o gol adversário. Aos 8, Vico recebeu na entrada da área, cortou para dentro e mandou para Rafael Martins aparecer novamente. 

A blitz era totalmente do Rubro-Negro baiano. Léo Ceará recebeu passe aos na entrada da área, aos 12, girou em cima da marcação e mandou por cima da meta. Dois minutos depois, Carleto teve nova oportunidade em cobrança de falta e exigiu mais uma boa participação do goleiro do Xavante.

O time do Vitória ainda ficou na bronca com a arbitragem mais uma vez, aos 19, depois de Frizzo jogar a bola na área e Léo Ceará ser empurrado pela defesa gaúcha, penalidade que o juiz não marcou. Barroca quis mandar o time ao ataque, tirando o lateral Rafael Carioca e colocando o atacante Jordy, além de trocar um meia por outro, saindo Thiago Lopes e entrando Marcelinho.

As substituições pareciam começar a funcionar e, aos 27, Marcelinho recebeu na entrada da área, puxou para dentro e finalizou para grande defesa de Rafael Martins. No rebote, Jordy brigou pela sobra e rolou para Guilherme Rend chegar batendo e mandar por cima da baliza. 

Mesmo quando o lance pareceu conspirar a favor, o Vitória parecia fazer questão de não se ajudar. Aos 34, o zagueiro Nuno falhou no tempo de bola e Léo Ceará saiu livre de frente para o goleiro, mas pegou muito embaixo e isolou. Após a chance desperdiçada, o técnico tirou o centroavante e colocou Júnior Viçosa, além de pôr Ruan Nascimento no lugar de Vico.

Nem isso pareceu resolver a falta de competência do sistema ofensivo rubro-negro. Em nova falha do Xavante, dessa vez de Rafael Martins, a bola ficou entregue nos pés do próprio Viçosa que, sem goleiro, conseguiu mandar pra fora. Antes do apito final, aos 47, o meia Marcelinho ainda desperdiçou mas uma chance que o arqueiro do Xavante defendeu.

*Sob a supervisão do editor Nelson Luis

Vitória 0x0 Brasil de Pelotas - 19ª rodada do Brasileirão Série B

Local: Barradão, em Salvador (BA)Data:30/10/2020 (sexta-feira)Horário: 19h15

Árbitro:Grazianni Maciel Rocha (RJ)Assistentes: Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ) e Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sá (RJ)Cartões amarelos:Guilherme Rend, Wallace (Vitória) / Rafael Martins, Rafael Vinicius, Jarro (Brasil de Pelotas)

Vitória:Ronaldo; Van, Maurício Ramos, Wallace e Thiago Carleto; Guilherme Rend, Lucas Cândido (Matheus Frizzo), Thiago Lopes (Marcelinho) e Rafael Carioca (Jordy); Vico (Ruan Nascimento) e Leo Ceará (Junior Viçosa). Técnico: Eduardo Barroca.

Brasil de Pelotas: Rafael Martins; Felipe Albuquerque, Nuno, Luis Felipe e Alex Ruan; Gustavo, Bruno Matias, Matheus Oliveira (Rafael Vinicius), Bruno José e Danilo Gomes (Bruno Santos); Luiz Henrique (Jarro). Técnico: Cirlio.

comentários
Shotes semelhantes