Topics quentes fechar

Villarreal x Liverpool: espanhóis gastaram 4 vezes menos para montar time

Duelo da semifinal da Champions tem alta disparidade de poder financeiro entre as equipes; time inglês venceu o jogo de ida por 2 a 0 e tem vantagem

Com vantagem no confronto da semifinal após vencer a ida por 2 a 0, o Liverpool chega à partida que pode decidir vaga na final da Liga dos Campeões com uma outra superioridade: a financeira. O time inglês enfrenta a partir das 16h (de Brasília) desta terça-feira, 3, um Villarreal com investimento bem mais modesto e que chega como “zebra”. A distância entre as equipes pode ser medida com um simples número: os espanhóis gastaram quatro vezes menos que os ingleses para montar seu atual time ideal.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Em alta desde a chegada de Jürgen Klopp, o Liverpool superou a baixa no início da última década e se estabilizou, novamente, como uma das potências europeias. Boas vendas seguidas, como as de Philippe Coutinho, Raheem Sterling e Luis Suárez, somadas a premiações por boas campanhas, permitiram a montagem de um elenco bilionário. Entre os titulares do atual “time ideal”, o preço gasto para adquirir as peças foi de 409,35 milhões de euros, equivalentes a 2,17 bilhões de reais, na atual cotação.

Os que mais custaram aos cofres ingleses foram o goleiro Alisson, da Roma por 62,5 milhões de euros, e o zagueiro Virgil van Dijk, que chegou do Southampton por 84,65 milhões de euros. Salah e Mané, principais jogadores ofensivos, custaram, somados, 83,2 milhões de euros, um preço relativamente baixo no mercado atual. Os melhores negócios, porém, foram os laterais Alexander-Arnold e Robertson, destaques da equipe: o primeiro, inglês, é cria da base, enquanto o escocês foi adquirido por 9 milhões de euros do rebaixado Hull City.

Enquanto o rival britânico colecionou boas campanhas e títulos, o Villarreal foi comemorar sua primeira taça recentemente, quando faturou a última Liga Europa. E apesar de campanhas boas em solo espanhol, nada extremamente glorioso – nem financeiramente espetacular – foi conquistado. A construção do time titular custou quatro vezes menos que o do Liverpool: o Submarino Amarelo desembolsou 95,25 milhões de euros (506,5 milhões de reais).

Ou seja, com o gasto do Liverpool no goleiro Alisson e no atacante Mané, seria possível bancar todo o custo do Villarreal nos onze titulares.

O maior investimento da diretoria do Villarreal nos atuais titulares foi para contar com Arnaut Danjuma. O atacante holandês movimentou 23,5 milhões de euros para deixar o Bornemouth e desembarcar na modesta cidade espanhola. Enquanto isso, o zagueiro Pau Torres, formado no clube, não custou taxas de transferência, além do meio-campista Giovani Lo Celso, que pertence ao Tottenham e defende o Submarino Amarelo por empréstimo.

Veja quanto custou cada time titular:

Villarreal: 95,25 milhões de euros

Gerónimo Rulli – 5 milhões de euros

Continua após a publicidade

Juan Foyth – 15 milhões de eurosRaúl Albiol – 4 milhões de eurosPau Torres – BasePervis Estupiñan – 16,4 milhões de euros

Étienne Capoue – 2 milhões de eurosDani Parejo – 2,25 milhões de eurosFrancis Coquelin – 7,1 milhões de eurosGiovani Lo Celso – empréstimo

Arnaut Danjuma – 23,5 milhões de eurosGerard Moreno – 20 milhões de euros

Liverpool: 409,35 milhões de euros

Alisson – 62,5 milhões de euros

Trent Alexander-Arnold – baseIbrahima Konaté – 40 milhões de eurosVirgil van Dijk – 84,65 milhões de eurosAndy Robertson – 9 milhões de euros

Fabinho – 45 milhões de eurosJordan Henderson – 18 milhões de eurosThiago – 22 milhões de euros

Mohamed Salah – 42 milhões de eurosSadio Mané – 41,2 milhões de eurosLuis Diaz – 45 milhões de euros

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade
Shotes semelhantes