Topics quentes fechar

Julgamento de Sport x Vasco é adiado, e procurador do STJD garante: 'Não interfere em absolutamente nada no campeonato'

Em contato com a reportagem da ESPN, Ronaldo Piacente justificou o pedido de adiamento do julgamento, que aconteceria nesat quinta-feira (3)

Julgamento estava previsto para acontecer na tarde desta quinta-feira (3) no STJD

Previsto para acontecer na tarde desta quinta-feira (3), o julgamento do jogo entre Sport x Vasco, no último dia 16 de novembro, pela Série B, foi adiado e ainda não tem uma nova data para acontecer. A decisão foi tomada após pedido enviado pelo procurador do STJD Ronaldo Piacente, e acatado pela relatora da 4ª turma do tribunal, Adriene Hassen. A informação foi publicada primeiro pelo canal Atenção, Vascaínos! e confirmada pela reportagem da ESPN.

O procurador do Superior Tribunal de Justiça Desportiva pediu para que seja incluído no processo referente à partida o goleiro Halls, do Vasco, com fundamento no artigo 254, (agressão) e o próprio clube carioca no artigo 257 do CBJD (participar de rixa, conflito ou tumulto durante a partida). Anteriormente, somente o Sport, além dos jogadores Raniel e Luiz Henrique (também do Cruzmaltino), tinham sido denunciados pelo STJD no caso.

Assine o Combo+!

Além de todo o conteúdo ESPN, com o Combo+ você tem acesso ao melhor do entretenimento de Star+ e às franquias mais amadas de Disney+. Assine já!

Em contato com a reportagem da ESPN, Ronaldo Piacente justificou o pedido da inclusão dos novos fatos no processo e garantiu que o adiamento do julgamento não vai interferir em nada na disputa da competição.

"O aditamento (inclusão dos novos fatos) foi exatamente para incluir ess

as denúncias. O pedido de adiamento é porque, processualmente, tudo precisa ser julgado em conjunto, pois trata-se de casos ocorridos na mesma partida", começou por dizer.

"Esse adiamento não interfere em absolutamente nada no campeonato. O processo será julgado e a decisão será normalmente cumprida, seja ela qual for", complementou.

Após a decisão da Justiça, o Vasco emitiu uma nota oficial. E reclamou da decisão do STJD em relação processo.

"A diretoria do Vasco recebeu com perplexidade e desapontamento o adiamento do julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), às vésperas do mesmo. O Vasco da Gama entende que nada pode ser mais prejudicial à competição do que os incidentes violentos e a falta de segurança que interromperam o jogo Sport x Vasco na Ilha do Retiro", dizia o trecho.

A ESPN também apurou que Bahia e Ituano, que assim como Vasco e Sport ainda buscam o acesso à Série A, entraram também como terceiros interessados no processo.

A denúncia oferecida pelo STJD ao Sport por conta da confusão envolvendo sua torcida na Ilha do Retiro enquadrou o clube pernambucano em três artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (artigos 211, 213 e 205 §1º) e também nos artigos 19 e 20 do RGC/CBF. Com isso, o clube corre o risco de perder o ponto conquistado contra o Vasco na Ilha do Retiro e ser considerado perdedor da partida.

Além disso, Luiz Henrique e Raniel, do Vasco, foram denunciados por provocações à torcida do Sport, e foram suspensos preventivamente por 30 dias antes do julgamento.

Vasco e Sport encerram a disputa da Série B no domingo (6). Enquanto os cariocas fazem confronto direto contra o Ituano, fora de casa, os pernambucanos visitam o Vila Nova. Os jogos acontecem às 18h30 (horário de Brasília).

Se vencer ou empatar com o Ituano, o Vasco garante o acesso, uma vez que tem 59 pontos, e os paulistas podem chegar no máximo a 60 pontos em caso de vitória. Já o Sport, mesmo vencendo o Vila Nova, teria que tirar uma diferença no saldo de gols considerável em relação aos rivais diretos.

Veja a nota oficial do Vasco

A diretoria do Vasco recebeu com perplexidade e desapontamento o adiamento do julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), às vésperas do mesmo. O Vasco da Gama entende que nada pode ser mais prejudicial à competição do que os incidentes violentos e a falta de segurança que interromperam o jogo Sport x Vasco na Ilha do Retiro.

A denúncia contra o Vasco no processo por “rixa, conflito ou tumulto durante a partida”, apresentada após 15 dias da realização da partida, fruto de um pedido do Sport, é totalmente infundada. As imagens são absolutamente claras. A confusão foi promovida exclusivamente pela invasão da torcida Sport no campo, facilitada pela falta de segurança da Ilha do Retiro.

Deve preocupar a todos que prezam pelo respeito às regras e defendem o combate firme à violência no futebol a possibilidade de interferências em um julgamento que deverá ser estritamente técnico.

A nova era do futebol brasileiro não permite mais esse tipo de situação. O julgamento é consequência das barbaridades ocorridas no jogo.

O atleta Raniel foi ofendido moralmente antes, durante e depois da partida por torcedores e dirigentes do Sport. Funcionários do Vasco e bombeiros, que estavam lá para cuidar da integridade física de todos, foram covardemente agredidos. Os dois atletas do Vasco, inclusive, foram punidos sumariamente e sem um julgamento, ficando fora de duas rodadas decisivas do campeonato.

O Vasco, o Campeonato Brasileiro e o futebol são vítimas da invasão do campo e paralisação da partida. A diretoria do Vasco confia na Justiça e na lisura do Tribunal para cumprir os regulamentos, após gravíssimas ocorrências durante a partida, que foram, inclusive, reprovados de forma enfática pelos corretos pronunciamentos da CBF e do próprio STJD após a partida.

Shotes semelhantes
Arquivo de Notícias
  • Brasileirão 2021
    Brasileirão 2021
    Tabela do Brasileirão Série A 2021: classificação após a 36ª rodada
    3 Dez 2021
    5
  • Pau x PSG
    Pau x PSG
    Pau 0 x 2 Paris Saint-Germain - Copa da França 2019-2020 Oitavas de final - Tempo Real
    29 Jan 2020
    1
  • Chico Oliveira
    Chico Oliveira
    Morre, aos 33 anos, Chico Oliveira, músico do Monobloco
    12 Jan 2020
    2
  • Prefeitura da Serra
    Prefeitura da Serra
    Serra, ES, abre agendamento para vacinar pessoas acima dos 35 anos contra Covid-19 neste domingo (27)
    27 Junho 2021
    1