Topics quentes fechar

Portugal vence Qatar em noite de estreias e com mais um de Ronaldo - Seleção Nacional - SAPO Desporto

.article-inline-ads-2020{width:300px;margin-left:auto;margin-right:auto;overflow:hidden;} .article-inline-ads-2020 .ad-ctn {padding-top:14px;} .article-inline-ads-2020 .ad-ctn:not(:empty):before {top:0;}

Portugal venceu o Qatar por 3-0 em encontro de preparação no estádio do Algarve, com golos de Ronaldo, José Fonte e André Silva.

No espaço de dois meses, Portugal voltava a medir forças frente ao Qatar num encontro que servia de ensaio, para o embate de terça-feira - esse já a doer - frente ao Luxemburgo, a contar para a qualificação para o Mundial de 2022. A seleção anfitriã do próximo campeonato do mundo foi incluída no grupo A de qualificação, a convite da UEFA, com o intuito de preparar a participação na fase final da competição.

Seria um encontro de estreias este da seleção das quinas frente à congénere do Qatar. Ronaldo começou por bater mais um recorde com a titularidade, tornando-se no recordista europeu em jogos por uma seleção (181), à frente de Sérgio Ramos. Em relação às escolhas no onze inicial, Fernando Santos fez estrear Diogo Costa na baliza da seleção e Matheus Nunes. Durante o seu 'consulado', o selecionador nacional já apostou em nada menos do que 55 jogadores. Do lado da seleção Qatari, Pedro Ró-Ró, jogador nascido em Mem Martins, voltou a ser titular.

Apresentando-se num 4-3-3, Portugal começou a partida a todo o gás e com vontade de agitar rapidamente as redes de um adversário claramente inferior. Logo aos 10 minutos, André Silva surgiu na cara do guardião do Qatar, mas não conseguiu definir bem o lance. Aos 16´, foi Gonçalo Guedes a brilhar. Grande lance do jogador português, depois de uma grande aceleração, mas o remate foi travado pelo guardião Saad Al Sheeb. Sempre com o pé no acelerador, Dalot testou a pontaria, com o tiro a passar próximo do poste.

Aos 35´, foi Ronaldo a ter o golo nos pés, mas finalizou de forma defeituosa, depois de uma excelente abertura de Dalot. Sempre com os olhos postos na baliza, a equipa das quinas insistia e João Mário esteve perto de ser feliz, com o remate a sair próximo do poste.

Ao minuto 37´, Ronaldo redimiu-se do lance anterior e marcou mesmo. Parecia inofensivo à primeira vista o lance, com Dalot a fazer o passe, o jogador do Qatar falhou de forma incrível o corte e Ronaldo fez o golo 112 pela seleção.

Marcava no Ronaldo e para no segundo tempo estava de saída o capitão. Fernando Santos promovia mais uma estreia com a entrada de Rafael Leão. Decorridos apenas três minutos na segunda parte e surgia novo golo português. José Fonte - ele mesmo - estreava-se a marcar com a camisola de Portugal. João Mário bateu o livre, William cabeceou, o guardião do Qatar defendeu para a frente e o central de 37 aos na recarga fez o golo perante 15087 espectadores no Algarve.

Veja o golo de José Fonte

Depois do segundo golo, a toada tornou-se mais morna, ainda assim sempre com Portugal mais próximo da baliza adversária.

Dalot e Rafael Leão e André Silva foram os mais inconformados nesse perído e a equipa das quinas foi à procura do terceiro. André Silva queria um golo para ele próprio e colocou de novo à prova Saad Al Sheeb com um pontapé de primeira.

Aos 82´, Rafael Leão atirou à trave e aos 88´voltou a 'cheirar' o golo, num lance em que com a bola quase fora da linha desviou para o ferro. Aos 91´, o terceiro acabou mesmo por surgir. André Silva estabeleceu o resultado final, com um cabeceamento, depois de assistência de Rafael Leão.

Veja o golo de André Silva

Na próxima terça-feira, Portugal defronta o Luxemburgo, também no Algarve.

Shotes semelhantes