Topics quentes fechar

Jô Soares: 5 livros para conhecer a obra do jornalista e escritor

De Sherlock Holmes no Rio de Janeiro a um anarquista sérvio assassino de Getúlio Vargas, conheça mais sobre grandes personagens dos títulos afiados do intelectual
+
Jô Soares: 5 livros para conhecer a obra do jornalista e escritor (Foto: Reprodução/ Youtube TV Globo)

Jô Soares: 5 livros para conhecer a obra do jornalista e escritor (Foto: Reprodução/ Youtube TV Globo)

Morreu na madrugada desta sexta-feira (5), aos 84 anos, o apresentador, jornalista e humorista Jô Soares, um dos maiores nomes da televisão brasileira. Mais conhecido pelo humor ágil que atravessava os estúdios do Programa do Jô, exibido na Rede Globo de 2000 a 2016, ele estava internado desde 28 de julho no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

saiba mais

Dentre as muitas atribuições de um artista completo, estava também o título de escritor. Desde os anos 1980, Jô publicou nove livros, sendo dois deles autobiografias, além de uma tradução de Ricardo III, de Shakespeare, e uma participação na obra Shazam!, de Álvaro Moya, em 1972.

Seus maiores sucessos incluem O Xangô de Baker Street, best-seller de 1995, que virou um filme dirigido por Miguel Faria Jr. em 2001. O longa estrela o português Joaquim Almeida, os brasileiros Cláudia Abreu e Caco Ciocler, além de outros grandes nomes da televisão nacional.

Conheça mais das obras de Jô Soares:

1. Xangô de Baker Street

Xangô de Baker Street, de Jô Soares  (Foto: Reprodução/ Amazon)

Xangô de Baker Street, de Jô Soares (Foto: Reprodução/ Amazon)

Em seu livro mais aclamado, Jô Soares cria um cenário único que mistura elementos históricos da época do Segundo Reinado no Rio de Janeiro com os personagens de ficção de Sir Arthur Conan Doyle: Sherlock Holmes e Dr. Watson.

Nesse romance “cômico-policial”, os dois são requisitados pelo imperador para desvendar o desaparecimento inconveniente de um violino Stradivarius, mas acabam por solucionar uma série de crimes hediondos e enigmáticos.

2. O Homem que matou Getúlio Vargas

O homem que matou Getúlio Vargas  (Foto: Reprodução/ Companhia das Letras )

O homem que matou Getúlio Vargas (Foto: Reprodução/ Companhia das Letras )

Esta é outra obra em que Jô explora a combinação de realidade com ficção, criando uma biografia de um anarquista de ascendência sérvia, com seis dedos em cada mão, que tem como missão assassinar tiranos. Trata-se de Dimitri Borja Korozec, que narra como participou ativamente de importantes assassinatos históricos como os de Mata Hari, Al Capone, Franklin Roosevelt, Getúlio Vargas, entre outros.

saiba mais

3. Assassinatos na Academia Brasileira de Letras

Assassinatos na Academia Brasileira de Letras  (Foto: Reprodução/ Amazon)

Assassinatos na Academia Brasileira de Letras (Foto: Reprodução/ Amazon)

Em Assassinatos na Academia Brasileira de Letras, um serial killer literário mata diversos “imortais” da Academia Brasileira de Letras em 1924. A obra acompanha os passos do comissário Machado Machado ao tentar solucionar o caso “Crimes do Penacho”, como são chamados os assassinatos pela imprensa.

4 e 5. O Livro De Jô - Uma Autobiografia Desautorizada - Vol. 1 e 2

O Livro De Jô - Uma Autobiografia Desautorizada - Vol. 1 e 2 (Foto: Reprodução/ Companhia das Letras )

O Livro De Jô - Uma Autobiografia Desautorizada - Vol. 1 e 2 (Foto: Reprodução/ Companhia das Letras )

Seus últimos livros, de 2017 e 2018, são duas autobiografias. O primeiro volume reúne suas memórias (ditas desautorizadas) mais antigas, da infância dourada na elite carioca à dura conquista do estrelato, até seus 30 anos.

Já no segundo volume, Jô conta mais sobre seus shows humorísticos e primeiras participações na televisão brasileira, até chegar ao afamado Programa do Jô.

Shotes semelhantes
Shotes mais populares dessa semana