Topics quentes fechar

Enem 2021: Inep divulga gabarito oficial da prova

Questão referente à Copa do Brasil do caderno de matemática foi anulada
Ouvir notícia

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, na tarde desta quarta-feira (1º), o gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As respostas estão disponíveis no site do Ministério da Educação.

O gabarito permite apenas a conferência das respostas. O Ministério da Educação (MEC) afirmou, nesta semana, que os resultados da prova serão divulgados apenas no dia 11 de fevereiro. Na data , os participantes poderão consultar o boletim com as notas individuais em cada prova, nas disciplinas de linguagens, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e redação.

A nota da redação também será publicada apenas no dia 11 de fevereiro.

Porém, com o gabarito já é possível verificar o número de respostas corretas assinaladas durante a prova.

Questão anulada

Uma questão da prova de matéria referente à Copa do Brasil, na prova de matemática foi anulada. Segundo o Inep, a situação não compromete a nota dos participantes.

Isso acontece porque o cálculo estatístico utilizado na prova do Enem “considera a combinação da coerência do padrão de resposta com o pressuposto da cumulatividade e, ainda, as características (parâmetros de complexidade) de cada item.”

Confira o número da questão em cada caderno:

  • Caderno amarelo: questão 178
  • Caderno azul: questão 138
  • Caderno cinza: questão 155
  • Caderno rosa: questão 157
  • Caderno laranja e verde: questão 178
Números deste ano

No primeiro dia de Enem, os alunos fizeram as provas de linguagens, ciências humanas e redação. Ao todo, 74% dos 3,1 milhões de inscritos compareceram ao exame.

A segunda etapa do exame foi realizada neste domingo (28) e teve 70,1% de presença dos inscritos. As provas aplicadas foram de matemática e ciências da natureza.

O Enem impresso foi realizado em 11.074 locais em 1.747 municípios, com mais de 460 mil pessoas envolvidas na aplicação do exame, entre coordenadores estaduais, municipais, aplicadores, corretores de redação e supervisores.

A versão digital da prova envolveu mais de 17 mil pessoas na realização das provas. O exame nesse formato foi aplicado em 831 locais de prova em 99 municípios.

  • 1 de 11

    No primeiro ano, em 1998, apenas duas universidades no Brasil utilizavam a nota do Enem como método de classificação para o vestibular

    Crédito: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
  • 2 de 11

    O MEC passou a conceder isenção da taxa de inscrição aos estudantes da rede pública em 2001.houve um salto no número de participantes, e no ano seguinte o Enem registrou 1.829.170 inscritos

    Crédito: Fábio Motta/Estadão Conteúdo
  • 3 de 11

    15/01/2009: Foto de interno da Fundação CASA, em Itaquera, que faz faculdade com bolsa de estudo integral através do programa ProUni. Em 2004, o programa começou a usar a nota do Enem para concessão de bolsas de estudos integrais e parciais aos participantes

    Crédito: Sérgio Neves/Estadão Conteúdo
  • 4 de 11

    Em 2011, a participação no Enem seria obrigatória para quem quisesse financiar seus estudos por meio do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies)

    Crédito: Foto: Agência Brasil
  • 5 de 11

    Estudantes realizam manifestação contra a fraude no processo do Enem 2009. Os manifestantes seguiram da Câmara Municipal, na Praça da Cinelândia, até o Palácio Gustavo Capanema, sede do Ministério da Educação, no centro do Rio de Janeiro

    Crédito: Fábio Motta/Estadão Conteúdo
  • 6 de 11

    Estudantes protestam contra as falhas no Enem em 2010. Alguns estudantes colocaram fogo em cartões de respostas e foram até o Palácio Capanema, sede do Ministério da Educação (MEC)

    Crédito: Fábio Motta/Estadão Conteúdo
  • 7 de 11

    Estudantes fazem manifestação no vão livre do MASP, em São Paulo devido aos problemas ocorridos no Enem 2010. Vazamento dos dados dos candidatos foi um deles

    Crédito: Jonne Roriz/Estadão Conteúdo
  • 8 de 11

    A correção das redações do Enem passou a ser mais rigorosa em 2013. As providências foram tomadas para que casos como inserção de receita de miojo ou hino do Palmeiras - que receberam nota acima 500 - não sejam tolerados

    Crédito: Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
  • 9 de 11

    O segundo dia de aplicação do Enem 2020 teve 55,3% de faltas, abstenção recorde no exame, segundo o Inep. A pandemia adiou a prova de 2020 para janeiro de 2021, mesmo assim, muitos alunos não se sentiram preparados ou seguros para fazer a prova

    Crédito: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
  • 10 de 11

    Desde 2020, o participante pode escolher entre fazer o exame impresso ou o Enem Digital, com provas aplicadas em computadores, em locais de prova definidos pelo Inep. O MEC anunciou o lançamento da modalidade em 2019

    Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
  • 11 de 11

    Dezenas de servidores do Inep, órgão responsável pelo Enem, pediram demissão coletiva de seus cargos em resposta ao que classificam de “má gestão” do instituto, órgão ligado ao Ministério da Educação

    Crédito: Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Tema da redação

Sempre um debate à parte, o tema da redação de 2021 seguiu a tendência de abordar temas sociais: “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”.

Segundo especialistas ouvidos pela CNN, o tema acabou desmobilizando as opiniões que sugeriam que o Enem seria marcado por interferências do ponto de vista político.

As especulações aumentaram depois que o presidente Jair Bolsonaro disse que, a partir deste ano, a prova começaria “a ter a cara do governo“.

Com informações de Giovanna Galvani, Isabella Faria e Anna Gabriela Costa

Compartilhe:

Shotes semelhantes