Topics quentes fechar

Ibovespa hoje: Americanas (LAME4), Embraer (EMBR3) e Cielo (CIEL3) são os destaques positivos – Mercado – E-Investidor

Índice fechou o pregão em queda de 4,87%, aos 112.667,70 pontos

O Ibovespa hoje encerrou o pregão em baixa de 4,87%, aos 112.667,70 pontos e com giro financeiro de R$ 84,3 bilhões. É a maior queda desde abril de 2020. O principal índice da B3 refletiu, nesta segunda-feira (22), o temor de investidores pela interferência do governo de Jair Bolsonaro em empresas de controle estatal, como a Petrobras.

Leia também
Fachada da sede da Petrobras

Esta é a terceira sessão seguida de queda do IBOV, que encerrou a sexta-feira (19) na faixa dos 118 mil pontos. Nos EUA, as bolsas de Nova York fecharam em direções distintas. O Dow Jones fechou em alta de 0,09%, enquanto os índices S&P 500 e Nasdaq caíram 0,77% e 2,46%, respectivamente.

As três ações que registraram as maiores altas do Ibovespa foram Americanas (LAME4), Embraer (EMBR3) e Cielo (CIEL3).

Confira o que afetou o desempenho desses três papéis:

Americanas (LAME4): +19,88%, R$ 28,95

Com valorização de 19,88%, as ações da varejista encerraram o pregão com o melhor desempenho do dia, cotadas a R$ 28,95. O papel subiu refletindo o otimismo do mercado com a possível fusão de operações com a B2W.

Os analistas Danniela Eiger, Marco Nardini e Thiago Suedt, da XP Investimentos, avaliam a potencial fusão entre as empresas como positiva, pois garante uma melhor gestão estratégica da nova companhia e permite uma precificação mais justa dos papéis.

No mês, as ações da empresa têm valorização de 20,17%, e no ano, de 11,18%.

Embraer (EMBR3): +7,40%, R$ 12,48

Com alta de 7,40%, as ações da empresa tiveram o segundo melhor desempenho do dia e encerraram o pregão cotadas a R$ 12,48. Os papéis continuam a ser beneficiados com a notícia de que a Embraer negocia pedidos de aeronaves da companhia aérea alemã Lufthansa.

A troca tem o objetivo de adaptar a frota da aérea à nova demanda estabelecida após a chegada da pandemia As discussões, contudo, ainda não se encontram em estágios avançados.

No mês e no ano, as ações da empresa têm valorização de 41,98% e 41,02%, respectivamente.

Cielo (CIEL3): +4,76%, R$ 3,74

Com variação positiva de 4,76% no dia de hoje, as ações da empresa fecham o top 3 das maiores altas do pregão, cotadas a R$ 3,74. Os papéis se valorizaram após a companhia informar que, embora o Bradesco não estude fechar o capital da empresa, o Banco do Brasil (também proprietário) avalia constantemente oportunidades.

Há também especulações de que André Brandão, CEO do BB, seria o próximo a deixar o comando de uma estatal por decisão do presidente Jair Bolsonaro.

“O novo presidente [do banco] possivelmente revisitaria processos e faria a duo diligence dos processos em vigência. Entre eles, um passo para o fechamento de capital da companhia”, apontou um analista ao Broadcast.

No mês e no ano, as ações da empresa têm desvalorização de 8,78% e 6,27%, respectivamente.

*Com Estadão Conteúdo

Nossos editores indicam estes conteúdos para você investir cada vez melhor
Shotes semelhantes
Shotes mais populares dessa semana