Topics quentes fechar

Após concurso, IBGE seleciona recenseadores; veja vagas por ...

Com início do Censo 2022 em agosto, Instituto busca preencher mais de 48 mil vagas remanescentes do seu concurso IBGE para recenseadores.

O Censo Demográfico 2022 está previsto para começar no próximo dia 1º de agosto. E, para preencher as 48.535 vagas remanescentes do seu concurso IBGE, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística segue com inscrições abertas para recenseadores em todo país. 

Do total de vagas, São Paulo é o estado com a maior oferta. São 18.589 oportunidades distribuídas por 635 municípios. Grande parte delas (5.426) está concentrada na capital paulista.

Já no Rio Grande do Sul, são ofertadas 5.185 vagas, que estão distribuídas por 492 municípios. Minas Gerais, que é o terceiro estado com maior oferta, conta com 4.633 postos.

Confira abaixo a distribuição de vagas pelos estados do país!

Sudeste - 26.968 vagas

  • São Paulo - 18.589;
  • Minas Gerais - 4.633;
  • Rio de Janeiro - 2.380; e
  • Espírito Santo - 1.366.

Sul - 12.972 vagas

  • Rio Grande do Sul - 5.185;
  • Paraná - 4.359; e
  • Santa Catarina - 3.428.

Centro-Oeste - 5.324 vagas

  • Goiás - 2.629;
  • Mato Grosso - 1.691;
  • Mato Grosso do Sul - 1.003; e
  • Distrito Federal - uma.

Nordeste - 1.907 vagas

  • Ceará - 616;
  • Bahia - 571;
  • Pernambuco - 268;
  • Paraíba - 177;
  • Rio Grande do Norte - 121;
  • Maranhão - 68;
  • Alagoas - 46;
  • Piauí - 28; e
  • Sergipe - 12

Norte - 1.364 vagas

  • Rondônia - 503;
  • Pará - 450;
  • Tocantins - 143;
  • Amazonas - 119;
  • Acre - 81;
  • Roraima - 58; e
  • Amapá - dez.

Ao todo, o IBGE deve contratar 206.891 servidores temporários para trabalhar no Censo. Dessas vagas, 183.021 são para recenseadores, que passarão por treinamento entre os dias 18 e 22 de julho.

Mais de 130 mil vagas para essa função foram preenchidas no recente concurso IBGE, realizado em abril deste ano.

Vale lembrar que o resultado final desta seleção foi publicado no dia 20 de maio, contendo 126.360 classificados para o cargo em questão, além de 87.450 candidatos não eliminados, ou seja, com chances de convocação.

No entanto, segundo o Instituto, o novo processo visa preencher vagas em localidades que não tiveram aprovados em número suficiente, apesar de haver mais de 87 mil candidatos não eliminados no processo em geral.

"O processo complementar tem o objetivo de contratar pessoal para as vagas que não foram preenchidas no processo seletivo simplificado. A diferença entre as duas seleções é que no PSS complementar há análise curricular em vez de prova e não é cobrada taxa de inscrição", diz o coordenador de Recursos Humanos, Bruno Malheiros.

Inscrições para recenseador se encerram nesta quarta, 15

As inscrições para contratação temporária de 48.535 recenseadores do Censo 2022 terminam na próxima quarta-feira. 15. Para concorrer, é preciso ter o nível fundamental completo.

As inscrições são online e devem ser realizadas por meio do preenchimento do formulário, no  site do IBGE . Nesse processo, o candidato deve enviar o documento preenchido para o e-mail da unidade que abrange a localidade da vaga de interesse (anexo I do edital).

Junto ao formulário, o candidato deve anexar as cópias da sua documentação (identidade e titulação acadêmica). A análise dos títulos será classificatória. O resultado final está previsto para o dia 30 de junho.

"A seleção será feita por análise curricular. Os candidatos devem preencher o formulário com os dados relativos à formação e essa análise de títulos será classificatória. Quando forem convocados, eles precisam comprovar a titulação", explica Bruno Malheiros.

Após concurso, IBGE abre mais de 48 mil vagas para recenseadores (Foto: Acervo IBGE)
Após concurso, IBGE abre mais de 48 mil vagaspara recenseadores (Foto: Acervo IBGE)

De acordo com o edital, é recomendado que o recenseador tenha uma jornada de trabalho mínima de 25 horas. O profissional também passará por um treinamento obrigatório antes do início da coleta do Censo. A divulgação do resultado final está prevista para o dia 30 de junho.

Os aprovados terão uma remuneração por produção, calculada por setor censitário, por unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados.  Confira aqui o simulador!

Além do salário, os aprovados terão direito aos auxílios alimentação, transporte e pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais. O contrato inicial será de três meses, cabendo prorrogação.

Concurso IBGE ofereceu mais de 206 mil vagas

Ao todo, o concurso IBGE ofereceu 206.891 vagas temporárias em todo o país, sendo elas para os seguintes cargos:

  • nível fundamental: recenseador (183.021 vagas);
  • nível médio: agente censitário supervisor (18.420 vagas) e agente censitário municipal (5.450 vagas).

As oportunidades oferecem ganhos mensais de R$1.700 para o agente supervisor e R$2.100 para o agente municipal. Com o auxílio-alimentação de R$458, os valores serão elevados para R$2.158 e R$2.558, respectivamente. 

Esses contratados também terão direito ao auxílio-transporte e ao auxílio pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais.

No caso do recenseador, a remuneração será por produção, calculada por setor censitário, por unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados.    Confira aqui o simulador!

A jornada de trabalho recomendável para o recenseador é de, no mínimo, 25 horas, além da participação integral e obrigatória no treinamento. Já os agentes irão atuar 40 horas semanais, oito horas por dia. 

O contrato dos agentes terá duração de cinco meses, enquanto o recenseador irá trabalhar, inicialmente, por três meses. Em ambos os casos, os contratos poderão ser prorrogados com base nas necessidades do IBGE.

Shotes semelhantes