Topics quentes fechar

Feirão Limpa Nome do Serasa é prorrogado até dia 22 de dezembro

Descontos chegam a até 98%. Até agora, 2,2 milhões de acordos foram fechados

O Feirão Limpa Nome do Serasa Consumidor foi prorrogado até 22 de dezembro, conforme o bureau de crédito divulgou nesta segunda-feira. Até o momento, mais de 1,5 milhões de consumidores já negociaram suas dívidas - ao todo, foram mais de 2,2 milhões de acordos fechados. Isso representa um crescimento de 263% em relação ao último feirão. O prazo final era dia 15 de dezembro.

Em nota, o Serasa Consumidor explicou que ampliou a data para que as pessoas possam aproveitar a segunda parcela do 13º salário e o saque do FGTS para renegociar suas dívidas e começar 2020 com o nome limpo. Os descontos de dívidas chegam a até 98%.

Leia tambémLivros de educação financeira serão distribuídos no metrô de SP41% dos brasileiros se consideram organizados financeiramente, diz Serasa

Além do consumidor, a prorrogação também beneficiará empresas que tenham dívidas para quitar. Até 22 de dezembro, as pessoas jurídicas poderão renegociar seus débitos pelas plataformas e agências do Serasa. Para esse formato, a plataforma já oferece parceria com quatro empresas: Recovery, Claro, Net e Ativos.

"Incluir dívidas de empresas era um grande desejo que tínhamos e não medimos esforços para integrar mais esse serviço para a população de forma gratuita e segura, dentro de nossa plataforma", afirma Lucas Lopes, gerente do Serasa Limpa Nome.

Acompanhe as principais notícias também no Facebook do Valor Investe
Shotes semelhantes
Arquivo de Notícias
  • The Office
    The Office
    Netflix volta a adicionar The Office ao catálogo no Brasil; usuários ...
    2 Jan 2023
    2
  • Aubameyang
    Aubameyang
    Aubameyang está em Barcelona e deve reduzir drasticamente o salário para fechar com time catalão
    31 Jan 2022
    2
  • Barraca do Beijo 3
    Barraca do Beijo 3
    A Barraca do Beijo 3: filmada em segredo, sequência estreia em 2021
    27 Julho 2020
    1
  • Estupro culposo
    Estupro culposo
    Caso Mariana Ferrer: por que o termo “estupro culposo” não existe
    3 Nov 2020
    12