Topics quentes fechar

CSA derrota Brusque, mas continua na zona de rebaixamento da Série B

Vivendo momentos turbulentos no Campeonato Brasileiro da Série B, o CSA conseguiu respirar um pouco ao vencer o Brusque, por 1 a 0, nesta noite de terça-feira, no estádio Rei Pelé, pela 23ª rodada.

Vivendo momentos turbulentos no Campeonato Brasileiro da Série B, o CSA conseguiu respirar um pouco ao vencer o Brusque, por 1 a 0, nesta noite de terça-feira, no estádio Rei Pelé, pela 23ª rodada. Esta foi a segunda vitória em 11 jogos do time alagoano, ainda dentro da zona de rebaixamento com 23 pontos. Sem vencer há sete rodadas, o Brusque soma 25.

Um dia após a demissão do técnico Alberto Valentim, o time ficou no comando do interino Adriano Rodrigues. O novo técnico, Roberto Fernandes, ex-Náutico, viu o jogo das tribunas.

No sufoco, o interino não titubeou em escalar desde o início alguns contratados: o lateral Everton Silva, o volante Canteros e o atacante Elton. Em campo, porém, o CSA mostrava desorganização e desentrosamento.

O Brusque, mais organizado, soube se armar para os contra-ataques e criou as melhores chances de gol. Aos 21 minutos, o lateral Airton arriscou chute de longe, a bola saiu em curva e o goleiro Marcelo Carné saltou para espalmar para escanteio. Na cobrança, bem fechada, Airton quase fez gol olímpico. A defesa aliviou quase em cima da linha.

Aos 40 minutos, outra grande oportunidade para o visitante. Fernandinho cruzou rasteiro e, na pequena área, Patrick deu o carrinho, porém, a bola subiu e passou por cima do travessão. Um lance incrível.

O Brusque voltou com tudo no segundo tempo, disposto a explorar a falta de organização do CSA. Aos três minutos, Álvaro chutou forte de fora da área e acertou a trave esquerda de Marcelo Carné. Aos sete, Wagner Balotelli fez lançamento rasteiro para a descida de Patrick entre os zagueiros. Ele entrou na área e quando driblava o goleiro acabou atropelado. O árbitro Leandro Vuaden (RS) não teve dúvidas em marcar o pênalti.

Alex Sandro, na cobrança, deslocou o goleiro, que caiu do lado direito, mas a bola explodiu na trave esquerda e voltou para o campo, aos nove minutos. Alguns segundos depois, na pressão catarinense, Alex Sandro entrou na área pelo lado esquerdo e chutou forte, acertando a trave direita.

Na base dos gritos da torcida, o CSA jamais perdeu a disposição e a garra. Assustou pela primeira vez aos 23 minutos, quando Elton chutou de longe e Jordan esticou os braços para mandar para escanteio. Mas o goleiro falhou errado aos 33 minutos. Após cruzamento da esquerda, ele tentou dar um tapinha na bola que saiu para o lado esquerdo. O goleiro tentou apanhar o rebote com um carrinho, mas acabou atropelando Lourenço, cometendo o pênalti.

Aos 35 minutos, Rodrigo Rodrigues, que tinha entrado pouco tempo antes, cobrou bem, deslocou o goleiro e abriu o placar para o CSA. Na comemoração, o artilheiro tirou a camisa e recebeu o cartão amarelo. A torcida, em bom número, foi à loucura nas arquibancadas.

Depois disso, o técnico Luan Carlos tentou deixar o Brusque mais ofensivo, com as entradas de Gabriel Taliari e Edilson. Mas encontrou o CSA todo armado na defesa, disposto a segurar a vitória.

Aos 44 minutos houve um empurra-empurra na linha intermediária e o Marcelo Carné foi expulso. Como o CSA já tinha feito suas cinco trocas, o lateral Diego Renan foi improvisado no gol. Aos 50 minutos, um susto. Ele tentou fazer uma defesa no alto e se chocou com Wellington Nascimento, com a sobra ficando para o chute de Crislan, mas pelo lado de fora da rede. Fim de jogo e festa no Rei Pelé.

No próximo fim de semana já será disputada a 24ª rodada, com o CSA visitando o Sport, no sábado, às 16h, na Arena Pernambuco. Na noite anterior, o Brusque vai receber a Ponte Preta, a partir das 21h30.

FICHA TÉCNICA

CSA 1 X 0 BRUSQUE

CSA - Marcelo Carné; Everton Silva (Jonathan), Werley, Wellington Nascimento e Diego Renan; Giovane (Yann Rolim), Canteros (Lourenço) e Gabriel; Lucas Barcelos, Elton (Rodrigo Rodrigues) e Osvaldo (Rogério). Técnico: Adriano Rodrigues (interino)

BRUSQUE - Jordan; Zé Mateus (Edilson), Éverton Alemão, Wallace Reis e Airton; Rodolfo Potiguar, Wagner Balotelli (Gabriel Taliari) e Álvaro; Alex Sandro (Paulo Baya), Patrick (Crislan) e Fernandinho (Jailson). Técnico: Luan Carlos.

GOL - Rodrigo Rodrigues, de pênalti, aos 35 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leandro Vuaden (RS).

CARTÕES AMARELOS - Marcelo Carné, Wellington Nascimento, Rodrigo Rodrigues e Geovane (CSA). Edilson (Brusque).

CARTÃO VERMELHO - Marcelo Carné (CSA).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

Shotes semelhantes
Arquivo de Notícias
  • Corolla Cross
    Corolla Cross
    Toyota Corolla Cross: os preços das revisões e da cesta de peças do SUV
    8 Abril 2021
    3
  • Pacaraima
    Pacaraima
    'Prefiro morrer de fome na Venezuela do que agredido aqui', diz ...
    19 Agosto 2018
    1
  • Record of Ragnarok
    Record of Ragnarok
    Novo anime é aprovado por fãs e vira sucesso na Netflix
    17 Junho 2021
    2
  • Lotofacil 1698
    Lotofacil 1698
    Resultado da Lotofácil 1698: aposta do RJ ganha sozinha
    7 Agosto 2018
    1