Topics quentes fechar

Tuchel fala sobre expectativas para a partida contra o Leeds

Thomas Tuchel falou sobre a situação do clube nos últimos jogos, esclareceu a questão com Alonso e disse o que espera do Leeds United.

O Chelsea visita o Leeds United nesta quarta-feira (11), pela Premier League, às 15h30 (horário de Brasília). Os Blues ocupam a 3ª posição no campeonato, com 67 pontos, e buscam a classificação para a Champions League. No outro extremo, os donos da casa estão em 18º, com 34 pontos, e querem escapar do rebaixamento.

Logo, como de costume antes das partidas, o técnico Thomas Tuchel deu entrevista para comentar sobre as expectativas e dar notícias sobre a equipe.

Possíveis retornos e decepção recente

Tuchel, primeiramente, falou sobre as situações de Jorginho e N’Golo Kanté. Ambos estiveram fora da última partida, o empate em 2-2 com o Wolverhampton, no último sábado (7).

Apesar de participarem dos treinos, ainda não é certo de que os meias estarão envolvidos na partida deste meio de semana:

“Estamos nos esforçando com Jorgi e N’Golo para amanhã, mas será apertado e não sei se conseguiremos“.

Na sequência, o treinador falou sobre o treino extra que deu no domingo (8). Normalmente, seria um dia livre, uma vez que é o dia seguinte a uma partida. Porém, por conta do resultado amargo – pelas circunstâncias -, o domingo foi diferente:

“Planejamos a folga, mas depois da decepção [contra o Wolverhampton]… Não era para puni-los. Claro que alguns podem ter pensado que era uma punição, mas não era o momento para um dia livre. Expliquei para eles que seria melhor estarmos juntos e falar sobre isso em vez de termos opiniões separadas, todos com suas verdades, correndo risco de não estarmos em sintonia“.

“Tivemos um treino bem leve, corremos e passamos tempo juntos, discutindo coisas e falando como vamos passar os próximos dias. Não era para exibir um vídeo e mostrar os erros“, concluiu o alemão.

Assim, Thomas, sua comissão e parte do elenco também tiveram a chance de ver a vitória da equipe de desenvolvimento, que escapou do rebaixamento na Premier League 2.

Respondendo aos rumores

Ademais, Tuchel foi questionado a respeito dos rumores de uma briga com Marcos Alonso durante a partida passada. O espanhol foi substituído no intervalo:

“Começou e terminou no primeiro tempo, não continuou no intervalo e não houve mais nada. As coisas estão resolvidas“, ressaltou o alemão.

Muito se falou sobre Alonso não atuar mais pelo Chelsea por ter sido um argumento esquentado. No entanto, o treinador dos Blues buscou negar os rumores sobre a seriedade. Além disso, a posição do espanhol é bastante carente de reposição e, recentemente, o ala/lateral esquerdo tem feito boas atuações

Situação do momento para ambos os lados

Ao contrário do esperado, os Blues conquistaram mais pontos fora de casa nesta temporada. Dessa forma, em um jogo que pode aliviar um pouco a pressão no top 4, o treinador dos londrinos reforçou que ir até Elland Road pode trazer surpresas:

“Não sabemos explicar, mas sabemos que pontuamos mais fora do que em casa. Talvez isso nos ajude amanhã, quem sabe, e a final da FA Cup também não é em Stamford Bridge, então vamos pensar nisso“.

Na sequência, Tuchel deu um panorama geral a respeito do que esperar do Leeds na partida. Além de ressaltar os fatores que levaram ao empate dos Wolves no minuto final no jogo de sábado em Stamford Bridge:

“O Leeds melhorou na parte física, o que é impressionante pois pensamos que já estavam no nível máximo com Marcelo Bielsa. Eles parecem muito comprometidos e em geral é um time rápido, individualmente talentoso e para eles é uma partida que é quase de copa“.

“No jogo passado corremos muitos riscos em nossa estrutura. Nossa ideia de jogo precisa estar melhor. Contra o Everton, queríamos ter tido mais imposição física; contra o Manchester United, eu só queria os gols porque fomos ótimos mas não conseguimos vencer“.

Enfim, o técnico do Chelsea reforçou que os desempenhos recentes estão longe do ideal -e que a situação está um pouco diferente do que se imaginava. Em outras palavras, os londrinos poderiam já estar garantidos na Liga dos Campeões neste momento caso não houvesse tropeços.

Thomas, então, reforçou que tudo pode acontecer. Mas que ele e a equipe buscarão dar o máximo contra o Leeds:

“Toda partida nos traz uma história diferente. Por isso que é um pouco difícil focar em uma coisa e melhorar, ultimamente são altos e baixos que não gostamos. Estamos tentando de várias formas mas amanhã devemos ser precisos do início ao fim“.

Compartilhe isso:
Relacionado
Shotes semelhantes