Topics quentes fechar

Champions League: veja guia das oitavas de final do torneio

Mata-mata da competição começa nesta terça-feira (18)
09:11 BT
  • ESPN.com.br

A Champions League está de volta, e agora para sua fase decisiva. As oitavas de final do principal torneio de clubes da Europa começam nesta semana, e o fã do esporte fica por dentro de todos os confrontos: situação das equipes, retrospecto do confronto, análises dos nossos especialistas e a probabilidade de cada time avançar, segundo o FiveThirtyEight, site parceiro dos canais ESPN.

Oitavas de final da Champions League 2019-20 Arte ESPN

Atlético de Madrid: Um dos times mais temidos da Europa na última década, o Atlético viu seu papel se reduzir drasticamente nesta temporada, inclusive em seu próprio país. E o momento atual tem sido ainda pior. No último mês, o clube acumulou derrotas para Real Madrid, Eibar e um empate em casa com o Leganés, mas o maior destaque negativo ficou por conta da eliminação na Copa do Rei pelo Cultural Leonesa, da terceira divisão. Diego Simeone se vê contestado, e seu time vai mal sobretudo no ataque, que é apenas o 12º da competição.

Melhor campanha: Vice-campeão (3x) em 1974, 2014 e 2016

Liverpool: Sempre dá para ficar pior... ou melhor. O segundo cenário é exatamente o que se passa com o Liverpool, que segue acumulando vitória atrás de vitória na Premier League. Com uma motivação cada vez maior e ainda reforçado por Takumi Minamino no último mercado, o time de Jürgen Klopp tem chances de ser campeão inglês já no próximo mês, o que ajudaria caso continue até o final na Champions. Além disso, os lesionados Joel Matip, Dejan Lovren e Fabinho voltaram recentemente.

Melhor campanha: Campeão (6x) em 1977, 1978, 1981, 1984, 2005 e 2019

Datas

Ida: 18 de fevereiro, às 17h*, no Wanda Metropolitano (Madri)

Volta: 11 de março, às 17h*, em Anfield (Liverpool)

*horário de Brasília

Borussia Dortmund: A melhora de desempenho na reta final do primeiro turno com a mudança para o 3-5-2 e os nove gols gols em seis jogos de Erling Haaland poderiam dar uma esperança maior ao torcedor do Borussia Dortmund, que entra como azarão no confronto. Porém, a irregularidade do time de Lucien Favre tem sido evidente. E, além da queda na Copa da Alemanha para o Werder Bremen e a derrota para o Bayer Leverkusen por 4 a 3, com virada no fim, o time ainda se vê desfalcado de dois do seus principais nomes: Julian Brandt e Marco Reus sofreram lesões e não jogam as oitavas de final.

Melhor campanha: Campeão em 1997

Paris Saint-Germain: Desde que goleou o Galatasaray por 5 a 0, o PSG jogou 16 vezes, venceu 14 e só empatou com o Monaco e com o Amiens pelo Francês, competição que lidera com dez pontos de vantagem e caminha a passos largos para mais um título. Neymar está voando, tecnicamente, e sonha em, enfim, jogar as oitavas de final da Champions pelo PSG, depois de ter perdido o jogo de volta em 2017-18 e os dois confrontos em 2018-19 por lesões. O brasileiro se recupera de uma lesão na costela, mas deve atuar. Nem mesmo o atrito recente entre Thomas Tuchel e Kylian Mbappé diminui o favoritismo da equipe francesa no confronto.

Melhor campanha: Semifinal em 1995

Datas

Ida: 18 de fevereiro, às 17h*, no Signal Iduna Park (Dortmund)

Volta: 11 de março, às 17h*, no Parque dos Príncipes (Paris)

*horário de Brasília

Atalanta: Depois de três derrotas nas três primeiras rodadas da fase de grupos, a Atalanta contrariou todas as expectativas e conseguiu a classificação ao mata-mata em sua temporada de estreia na Champions. Desde então, a equipe até caiu na Copa da Itália e perdeu para o lanterna SPAL em casa, mas segue bem no Italiano, figurando na quarta posição, e seu ataque continua impiedoso. Desde o fim da fase de grupos do torneio europeu, o clube de Bérgamo, por exemplo, fez 5 a 0 no Milan e no Parma e ainda um 7 a 0 no Torino. Pela segunda temporada seguida, a Atalanta é o time que mais gols faz na Série A.

Melhor campanha: Participa pela primeira vez

Valencia: O clube até conseguiu uma vitória com grande atuação diante do Barcelona no fim de janeiro, mas seu período pós-fase de grupos da Champions é bem mais composto por baixos. Goleado por Mallorca e Getafe, o time ainda acabou eliminado pelo Granada nas quartas de final da Copa do Rei, torneio em que defendia o título. Além disso, Rodrigo, um dos destaques da equipe, é dúvida para o jogo de ida. Gabriel Paulista cumpre suspensão.

Melhor campanha: Vice-campeão em 2000 e 2001

Datas

Ida: 19 de fevereiro, às 17h*, no Giuseppe Meazza (Milão)

Volta: 10 de março, às 17h*, no Mestalla (Valência)

*horário de Brasília

Tottenham: José Mourinho começou com tudo no Tottenham, sofreu uma sequência negativa e agora vem se recuperando, somando seis jogos de invencibilidade, com quatro vitórias - uma delas veio diante do Manchester City, no começo de fevereiro. O início desastroso dos Spurs na Premier League ficou para trás, e, ainda que o time não encante, a briga por vaga na Champions League é uma realidade. Quanto ao elenco, chegaram o meio-campista Gedson Fernandes e o atacante Steven Bergwijn e saíram o lateral-esquerdo Danny Rose e o meia Christian Eriksen. A grande baixa, porém, é a do contundido Harry Kane.

Melhor campanha: Vice-campeão em 2019

RB Leipzig: Depois de ir à pausa da Bundesliga e da Champions como líder e campeão da chave, respectivamente, tudo mudou em 2020. O susto no primeiro jogo - uma vitória por 3 a 1 sobre o Union Berlin de virada - foi só um indicativo do que estava por vir. No campeonato nacional, a equipe perdeu para o Eintracht Frankfurt, empatou com Borussia Mönchengladbach e Bayern de Munique e deixou o topo da classificação. Outro revés para o Frankfurt causou a eliminação na Copa da Alemanha. Sem os zagueiros lesionados Wili Orban e Ibrahima Konaté, os laterais Marcel Halstenberg e Lukas Klostermann têm sido improvisados na zaga em algumas oportunidades.

Melhor campanha: Fase de grupos em 2018

Datas

Ida: 19 de fevereiro, às 17h*, no Tottenham Hotspur Stadion (Londres)

Volta: 10 de março, às 17h*, na Red Bull Arena (Leipzig)

*horário de Brasília

Chelsea: Sem poder contratar e perdendo seu grande destaque, o Chelsea surpreendeu positivamente na primeira metade da temporada, com os resultados e desempenho, mas o brilho tem caído, tanto que o seu lugar no G-4 nunca esteve tão ameaçado. Além disso, liberados para contratarem na última janela, os Blues se reforçaram com... ninguém. Outro ponto negativo recente é a fase ruim do goleiro Kepa, que até virou reserva de Willy Caballero.

Melhor campanha: Campeão em 2012

Bayern de Munique: O dono do futebol alemão despertou de vez na temporada. Depois da pausa de inverno, o Bayern fez 4 a 0 no Hertha Berlin, 5 a 0 no Schalke 04, bateu o Mainz 05 e tomou a liderança do RB Leipzig, contra o qual empatou sem gols. Por fim, goleou o Colônia por 4 a 1. Além disso, foi às quartas de final da Copa da Alemanha. A defesa, que tem sofrido com lesões, foi fortalecida com o lateral-direito Álvaro Odriozola.

Melhor campanha: Campeão (5x) em 1974, 1975, 1976, 2001 e 2013

Datas

Ida: 25 de fevereiro, às 17h*, no Stamford Bridge (Londres)

Volta: 18 de março, às 17h*, na Allianz Arena (Munique)

*horário de Brasília

Napoli: Muita coisa mudou no Napoli desde que se classificou às oitavas da Champions League. E não foram apenas as chegadas dos volantes Diego Demme e Stanislav Lobotka e do atacante Matteo Politano. No banco de reservas, Carlo Ancelotti foi demitido e acabou substituído por Gennaro Gattuso, que, apesar de uma classificação à semifinal da Copa da Itália diante da Lazio (atual campeão) e um triunfo sobre a Juventus, a equipe continua irregular: é a oitava colocada do Italiano, a 12 pontos do G-4.

Melhor campanha: Oitavas de final (2x) em 2012 e 2017

Barcelona: Queda para o Athletic Bilbao nas quartas de final da Copa do Rei, derrota para o Atlético de Madrid na semifinal da Supercopa da Espanha, atrás do Real Madrid no Espanhol, queda do técnico Ernesto Valverde e tensão publicada entre Lionel Messi e Éric Abidal. O Barça viveu semanas conturbadas antes de chegar ao mata-mata da Champions. Ainda assim, o favoritismo é enorme.

Melhor campanha: Campeão (5x) em 1992, 2006, 2009, 2011 e 2015

Datas

Ida: 25 de fevereiro, às 17h*, no San Paolo (Nápoles)

Volta: 18 de março, às 17h*, no Camp Nou (Barcelona)

*horário de Brasília

Lyon: Vindo de quatro rodadas sem vencer no Francês, o Lyon caiu para a 11ª posição e viu a diferença para a zona de Champions ficar em sete pontos. Nas quartas da Copa da França e na decisão da Copa da Liga, o time conta com dois novos brasileiros no elenco, vindos em janeiro: Bruno Guimarães, ex-Athletico-PR, e Camilo, ex-Ponte Preta. O plantel ainda foi fortalecido pela chegada por empréstimo do atacante Karl Toko Ekambi, do Villarreal.

Melhor campanha: Semifinal em 2010

Juventus: Com uma única derrota até o fim da fase de grupos da Champions, a Juventus perderia mais três vezes a partir de então, caiu na Copa da Itália e até chegou ver a Inter de Milão assumir a liderança da Série A - que foi recuperada neste fim de semana. Apesar de a equipe de Turim não viver seu melhor momento, ainda há um motivo - e tanto - para o torcedor da Velha Senhora se empolgar. Cristiano Ronaldo começou 2020 com tudo, tendo seu início de ano mais goleador na carreira.

Melhor campanha: Campeão em 1985 e 1996

Datas

Ida: 26 de fevereiro, às 17h*, no Groupama Stadium (Lyon)

Volta: 17 de março, às 17h*, no Allianz Stadium (Turim)

*horário de Brasília

Real Madrid: A queda nas quartas de final da Copa do Rei para a Real Sociedad graças a um 4 a 3 no Santiago Bernabéu, assim como um tropeço diante do Celta de Vigo neste domingo, não diminuem a excelente fase do Real Madrid, que lidera o Campeonato Espanhol, competição em que não perde há 15 rodadas. A defesa vive ótima temporada, sendo a melhor de LaLiga com apenas 16 gols sofridos em 24 partidas, e, dessa forma, o time vai ao mata-mata da Champions mais forte do que estava em dezembro.

Melhor campanha: Campeão em 1956, 1957, 1958, 1959, 1960, 1966, 1998, 2000, 2002, 2014, 2016, 2017 e 2018

Manchester City: Com a Premier League já virtualmente encerrada, pressão sobre o Manchester City na Champions é ainda maior. O time pode não ser tão regular quanto o que foi bicampeão inglês em 2017-18 e 2018-19 com um total de 198 pontos, mas tampouco é coadjuvante como a enorme distância para o Liverpool possa sugerir. Sem contratar no mercado de inverno, Pep Guardiola tem como grande reforço o período sem entrar em campo entre 2 e 19 de fevereiro. Nos 14 jogos após a última rodada da fase de grupos da Champions, foram dez vitórias, três derrotas e um empate.

Melhor campanha: Semifinal em 2016

Datas

Ida: 26 de fevereiro, às 17h*, no Santiago Bernabéu (Madri)

Volta: 17 de março, às 17h*, no Etihad Stadium (Manchester)

*horário de Brasília

Shotes semelhantes