Topics quentes fechar

Ceará: Contra dez poderia ter sido melhor - Wilton Bezerra

Ceará: Contra dez poderia ter sido melhor - Wilton Bezerra  Diário do NordesteCuca lamenta chances perdidas pelo Santos contra o Ceará: 'Tem de definir o jogo'  ISTOÉCuca lamenta chances perdidas pelo Santos contra o Ceará &n

Se finalização fora do alvo fosse inverno, o estádio da Vila Belmiro teria sofrido uma enchente no jogo Santos 0 x 0 Ceará.

O Santos se sentiu em casa (e estava) e resolveu adiantar suas linhas para o campo do Ceará, deixando apenas Pituca como vigia de zagueiro.

Para quem tem dois jogadores de qualidade e velocidade como Soteldo e Marinho, ficar apenas numa finalização no alvo, com o primeiro, é quase igual a nada, mesmo porque o Prass defendeu.

Essa postura confortável do Santos, do primeiro tempo, teve como efeito negativo para o Ceará a intervenção nos circuitos da linha de volantes – Fabinho e Charles – nos meias e  atacantes.

Ainda assim, o alvinegro encontrou condições para chegar à área do Santos em duas oportunidades.

Ouça o podcast 'CearáCast'

Powered by RedCircle

Na primeira, Fernando Sobral maltratou a bola com um cascudo. Na segunda, Léo Chu errou o alvo.

Com a expulsão de Lucas Veríssimo, do Santos, por tentar tirar o escalpo de Rafael Sóbis, o segundo tempo se tornou promissor para o Ceará com um jogador a mais.

E os espaços, acompanhados de erros na saída de bola do Santos, se transformaram na “terra prometida” para o alvinegro que, no entanto, se serviu mal das ofertas.

Com a saída de Charles, Fernando Sobral passou a auxiliar Fabinho na marcação e o time do Guto Ferreira atacou no mínimo com cinco, levando-se em contra o apoio dos laterais Eduardo e Bruno Pacheco.

Todas as finalizações para o gol santista foram para fora do alvo, destacando-se uma com o Rick, depois de bela trama de Vina e Sóbis, e outra com Fabinho que, se tem um pouco de cabelo na cabeça teria colocado para dentro um cruzamento do setor esquerdo.

Aliás, mesmo com a desvantagem numérica do Santos, fosse na sessão de tiro ao alvo de um parque de diversões, Soteldo e Marinho ganhariam bonecos de prêmio por duas finalizações no alvo, coisa rara em 94 minutos de jogo.

Quanto às modificações do Ceará, fiquei com a sensação de que teria sido bem melhor não mexer para colocar Lima e Mateus, por exemplo.

Tudo zerado para o jogo de Fortaleza.

Avatar
Assuntos Relacionados
Shotes semelhantes